Estudo da Sociologia

Pode- se dizer que a sociologia realiza o estudo da convivência das pessoas em sociedade e suas redes sociais, como a família, os grupos etários, étnicos e religiosos. Esta ciência reflete sobre os acontecimentos da rotina e, a partir dela, cria teorias que ajudam explicar fatos do cotidiano. Por meio de métodos e até estatísticas, as pesquisas sociológicas enxergam comportamentos dentro da sociedade para compreendê-los e muitas vezes, prever alterações sociais dentro dos grupos.

(Foto: divulgação)

(Foto: divulgação)

A função da sociologia

A sociologia surgiu a partir do século XIX com as ideias do filósofo Augusto Comte que defendia uma ciência para compreender e conhecer os diversos aspectos do homem e da sociedade. Outros pesquisadores se destacaram dentro do ramo da sociologia como Kerl Marx, Émile Durkheim e Marx Weber.
A sociologia é muito utilizada em diferentes áreas como ferramenta de suporte para avaliação de casos e tomada de decisão. O setor da educação, da comunicação, da linguística e até do marketing utilizam pesquisas sociológicas para obter informações sobre a sociedade e seus fenômenos. Essa ciência nos permite ter um olhar sobre situações que afetam o coletivo como exemplo, tem-se a crise financeira do país que afeta o número de empregos e, por consequência, o consumo e o comércio.

Estudo da sociologia para ajudar o conselho tutelar

Dentro do trabalho do conselho tutelar, por exemplo, é imprescindível entender as mudanças ocorridas nos últimos anos em relação ao desenvolvimento das famílias, das crianças e dos adolescentes. O conhecimento sobre as interações sociais possibilitam atender de forma mais segura a casos de abuso ou de situação de risco, como a violência física ou emocional sofrida por crianças. O objetivo do conselho tutelar é que sejam respeitadas as normas e regras do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

(Foto: divulgação)

(Foto: divulgação)

O que é o Estatuto da Criança e do Adolescente

O ECA foi criado no dia 13 de julho de 1990, pela Lei 8.069 e regulariza os diretos das crianças e dos adolescentes, garantindo a assistência a esse público. A instituição do Estatuto foi influenciada por diretrizes internacionais e pela Constituição Federal. O objetivo geral é garantir os direitos básicos de crianças e adolescentes, como educação, saúde e moradia; lutando para proteger esse público com a aplicação de suas leis, que embasam decisões jurídicas em casos relacionados à violência.
Pelo ECA, é obrigação do poder público e da família assegurar os direitos de todas as crianças a uma boa alimentação, a educação de qualidade, a saúde pública, a lazer e a cultura de maneira digna e com respeito à vida.

Comente (será moderado)